“A minha alma engradece o Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador.” ( lc 1,46-47)

Nos lábios e no coração da Comunidade de Aliança Trindade Santa, o Magnificat ressoa no ontem e no hoje de nossa história e de nosso carisma e quer ressoar ainda mais transbordante a cada novo dia, pois percebemos que há uma plena comunhão de gratidão a Deus UNO e TRINO que como em Maria, tem realizado em nós maravilhas.

Como igreja, queremos ter diante dos nossos olhos o exemplo de SIM de Maria que nas Sagradas Escrituras encontramos perpassado em toda a história da salvação em diferentes momentos e de diferentes modos.

Ser trinitário é ser essencialmente mariano, pois em Maria encontramos em suas virtudes a encarnação plena do ser imagem e semelhança proposto na obra da criação. A Comunidade de Aliança Trindade Santa ao colocar-se como Mariana quer na verdade, ter no exercício cotidiano de sua missão de seu carisma. Quer igualmente entender que a humildade especialmente na sua ação ministerial precisa ser experimentada não apenas nas palavras, mas essencialmente em sues gestos, atitudes, ou seja, no seu comportamento como um todo.

Ser mariano, como membro de uma comunidade hoje é ser também aquele que quer cada vez mais se abrir a escuta atenta e ao silêncio propicio quando se depara com o desejo naturalmente humano de ter a razão.

Ao traçar a identidade da devoção Mariana no seio da Comunidade de Aliança Trindade Santa queremos destacar que para nós nesse sentido ser devoto é mais do que invocar títulos, é ter na vida e na espiritualidade um coração Mariano, deixando chegar ações e as posições às virtudes, que são próprias de Maria Santíssima. Entrelaçado a esse ideal a história da Comunidade fundada na cidade de Itaperuna está intimamente ligada as aparições ocorridas nesta mesma cidade a 21 anos, quando ao revelar-se como Mãe e Senhora de nossa cidade revela-se como Nossa Senhora Mão do infinito Amor. É com este título que queremos experimentar em nossas vidas a intercessão e a mediação da Santa Mãe de Deus.

Hoje, temos muito o que celebrar percebendo esta singela presença da Senhora em nossa Comunidade, parece que a cada momento a ouvimos dizer: “Eu tenho a chave da casa de Retiro em minhas mãos.” Compreendemos que estas “chaves” é mais do que o instrumento que abre portas é na verdade, o sonho de uma construção, a concretização de um Projeto. Desta forma, a Senhora, que é Mãe do infinito Amor tem em suas mãos cada membro de nossa Comunidade, tem em sua intercessão, cada sonho e cada projeto a de se concretizar no hoje e no amanhã de nossas vidas. Queremos nesta regra de vida a experiência de filiação com Mãe de Deus, para que a devoção seja sincera e verdadeira e nunca um devocionismo popular e quem sabe até, meramente cultural. Compreender no exercício da espiritualidade essa presença que está simplesmente a propor sempre: “Façam o que Ele vos disser.”

Maria quer ser presença e estar presente em tudo da Comunidade Trindade Santa, a nossa resposta não pode ser outra a não ser a mesma que Isabel: “De onde me vem a honra de vir a nós a Mãe do Nosso Senhor?”

Com estas palavras queremos ratificar que Maria é aquela que de fato “passa a frente” de nossa Comunidade e sempre vem ao nosso encontro em meio as necessidades do nosso cotidiano e de nossa missão nesse mundo.

A nossa espiritualidade quer ter em sua essência as palavras ditas por São Gabriel no momento da anunciação: “Ave, cheia de graça! O Senhor é contigo.”

A riqueza da devoção mariana está em descobrir nas Sagradas Escrituras e na Sagrada Tradição o seu real papel, ou seja, entender que ela está para ser mãe, intercessora e exemplo das virtudes evangélicas sendo desta forma um exemplo seguro a ser seguido o caminho de santidade.

“Pela Revelação da glória do Deus Trino e da Virgem Mãe do infinito Amor!”

A Comunidade de Aliança Trindade Santa por viver o Louvor e Adoração a Santíssima Trindade vive unida a Virgem Santíssima. Nossa Senhora Mãe do infinito Amor, rogai pela Comunidade de Aliança Trindade Santa.