No ano de 2002, período de transição e amadurecimento do meu chamado, obedecendo ao convite de Tereza Ligiero iniciava o Grupo de Perseverança da Catequese Paroquial. Com o passar do tempo abriu-nos o 1º Seminário de Vida no Espírito, dando pontapé inicial do Grupo de Oração Nascer Jovem.

Com apenas dois anos o Senhor inspirou a Coordenação Trinitária e o sinal da Trindade Santa fazendo-nos engatinhar rumo a imensidão da Espiritualidade Trinitária.

Tivemos a necessidade de nos lançarmos com coragem nas mãos de Deus. Ver isso hoje do ângulo e momento que estamos, é muito tranquilo, porém era tão ou mais conflituoso, que os momentos que vivamos hoje.

Identificamos pontos marcantes em nossa experiência como Grupo de Oração: a fraternidade, o comprometimento, o desejo de vivermos juntos, o que de antemão chamávamos de carisma, a Comunidade!

O ano de 2006 foi marcado pelas provações… Mas foi neste ano um desejo que ardia em nossos corações: vocês não são chamados a viver em Comunidade?

Muitos foram os momentos em diferentes circunstâncias que ouvimos acerca disso, entre nós já cogitava tal experiência, mas nada foi tão inquietante quanto aquele momento.

E em dezembro de 2006 estava sendo ordenado o nosso querido Pe Roger Luis. Muitas conversas e partilhas, e então em desejo de celebrar-nos a Eucaristia levou-nos ao Centro de Formação João Paulo II. Pe Edmilson, diácono Roger, e todos os servos do nascer Jovem, e o Senhor em Profecia falou-nos: o ano 2007 será a ANO DA EDIFICAÇÃO.

Daí a proposta: dedicar este ano ao discernimento e a escuta de deus através de Retiros mensais pregados pelo Pe Roger Luís e participado apenas por aqueles que quisessem e sentissem chamados a essa experiência.

Um ano! Tão distante e tão próximo!

Muitos foram os desafios para que este discernimento acontecesse, mas quero dar o meu sim, incondicionalmente e declarar: Eu quero a Comunidade. Eu sou Comunidade. E com todos os irmãos de hoje e amanhã, do presente e do futuro proclamar Somos Comunidade de Aliança Trindade Santa!

A Trindade Santa fecundou-nos e hoje habita em nós!

Somos Trinitários.